OS TEMPOS QUE CORREM. Miguel Vale de Almeida


13.11.04  

Um novo jornalista ao serviço do Público.

«Dezenas de milhares de palestinianos fizeram do funeral de Arafat uma autêntica despedida popular. Gritos, orações e lágrimas. Bandeiras, cartazes e balões. Pistolas, sabres e metralhadoras. Um caos de gente despediu-se do seu líder.- George W. TEXTO.»

mva | 11:07|